RSS

Metade de mim

10 Oct

Eu não sou eu, sou metade de mim

perdida numa metade que se quer

inteira, por inteira vivendo separada

de um lado, oposto a um outro

meio desconhecido, meio afamado de

tristeza e triste por sem saber de que

lado se encontra.

Eu não sou eu, sou metade daquilo que vês,

sou parte perdida entre a voz do que ouves

e parte escondida daquilo que digo e

disso que eu dito às folhas vazias

do meu pensamento, perdido entre o meu pensar.

Eu não sou eu, sou metade disso que encontras

quando tentas encontrar aquilo que sonhaste.

Estou a meio de tudo e a meio de um nada,

rasgando e cozendo lados de uma seda

oferenda dos pedaços de outra metade,

ou por inteira reconhecida.

Eu não sou eu, sou metade daquilo que viste

e parei a meio daquilo que eu vivi por inteiro,

sonhando em mais ser e em mais ter,

por mais metades de nada que fossem.

Eu não sou eu, sou apenas metade do que se espera.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on October 10, 2012 in Metade de Mim

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: