RSS

Bravo sorriso

04 Nov

 

Uma luz amarelada encadeia o tecto.

Uma voz descontente cantarola ao ar.

Um olhar afastado vislumbra o horizonte.

Oh rico bravo sorriso que me salvas do desespero.

 

Uma gota de felicidade fingida, escondida.

Presenteia-te o abrir alargado dos teus lábios,

Perdidos na ilusão de serem verdadeiros.

Estátuas daquele hino à valentia da liberdade.

 

Libertos de uma triste prisão de alma,

Companheiro destas mal fadadas janelas,

Iluminam o mais pequeno recanto escuro,

Clareia aqueles pequenos pedaços de mim.

 

Alegria verdadeira jamais sentida (um dia!),

Foi tudo o que, um dia, senti, vivi!

Foram grandes verdades escondidas, perdidas

Nestes recantos de felicidade que entre meus,

Se encontram, se validam, me animam!

 

(00/11/20)

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on November 4, 2012 in Perdidos

 

Tags: ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: