RSS

Caminhos

07 Nov

 

De todos os caminhos

eu ainda reconheço,

quero reconhecer aquele

único, semelhante a nenhum outro

que me ligue a ti, natureza mãe

ou paixão doente de unir-me

a um tu, sem um eu saber.

 

Quer por entre as montanhas

ou pelos vales da minha encantada terra

encontrarei uma sombra que me

unirá ao que até hoje procuro ser,

encontrando-me nos pedaços de vista

ou estilhaços daquela incerteza,

estrela guia do meu feitio,

à guisa do estranho pensar,

sem nunca me ter pensado

sequer sonhado, ser o que hoje sou,

mesmo na dúvida que me corrói

a cada inspiração e fôlego que tenho.

 

Seja por que caminhos ou por que estradas,

quer voos ou dormências de pensamentos,

sem um horizonte, longínquo ou perto,

sei lá, perfaço o terreno, palpitando

sem cavalgar as entranhas sem as

minhas pontes nem os teus rios,

caminho sem ti.

 

 

 

 

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on November 7, 2012 in Metade de Mim

 

Tags:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: