RSS

Conseguir

28 Nov

 

Tento atingir a minha meta,

Sem custos a mais para ninguém!

Meu caminho é vigiado por cegos,

Meu percurso é guiado por quem não anda!

 

Tento a todo o custo chegar até lá!

Tento chegar até onde me propus!

Tento conseguir esquecer-te!

Tento e não consigo…ainda!

 

Tento sempre, desde que te conheci,

Mas nunca me deixaste!

Tento desde que tive a certeza…

Mas nunca ma confirmaste!

 

De tanto tentar, esqueci-me de viver!

De tanto querer-te esquecer, esqueci-me.

Esqueci-me de te dizer que já não importavas!

Esqueci-me de te dizer que já não valia a pena.

Coitada de mim, por nos mentir assim!

 

Mas finalmente, chegou o dia em que já,

Já não és deus nem ídolo,

Já não és tudo e nada,

Agora és como eu, um viajante!

 

Finalmente posso dizer-te que acabei!

Acabaste e acabamos e acabei!

Chegou o fim daquilo que não teve começo,

Chegou o fim daquilo que não começaste!

Chegou o meu momento de alívio e de sorrisos!

Por fim, consegui livrar-me de teus brandos ferros,

Dos teus gentis e bravos gestos,

Dos teus não gesticulados olhares,

Das tuas não proferidas palavras,

De tudo aquilo que fizeste e não fizeste!

Finalmente grito para quem tiver ouvidos,

(Para ouvir uns gemidos)

Que já foste o que tinhas de ser,

Que já foste o que tinhas de ser!

Consegui apagar-te, assim, de dentro de mim!

 

(00/04/28)

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on November 28, 2012 in Perdidos

 

Tags: ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: