RSS

Dedinhos dos pés

17 Dec

 

Sorrateiramente vieste,

Farejando o perfume de um pescoço

Que te atraia, sem saberes porquê.

 

Deste um salto! Assustaste-te!

Minha imagem apareceu-te, e

O perfume desapareceu!

 

Devagarinho, surgiu, um calafrio

Primeiro, se foi tomando de ti.

Depois, um pequeno calor que

Te persegue. Minha voz te persegue,

Meu cheiro te persegue,

O sentimento vem sempre atrás.

 

Devagarinho, lembro-me que talvez,

Só talvez, num espaço de tempo,

Queiras o perfume, o aroma do paraíso

Preso a outro pescoço, a outros

Membros, ao meus dedinhos dos pés.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on December 17, 2012 in Metade de Mim, Perdidos

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: