RSS

Estendida

29 Dec

 

 

Ela está, fora de mim.

Eu estendo para dar,

de uma cor, a pinto;

Eu estendo para receber,

de uma jeito, peço.

Eu estendo-a.

Ela está aqui, estendida

de jeito de concha formada

quase aberta, quase fechada

à esperança, ao receio.

Está aqui, estendida,

mendiga saída de mim.

Nem moeda, nem gesto.

Pedaçõ de pão, tão pouco.

Pedaçõ de emoção: Ah!

Emoção? Só para quem pode

manter mais estendida,

do a eternidade que

estendo aqui a minha

mão aberta,

sempre estendida para dar,

nunca lembrada para receber.

Estendo e estendo e estendida

fica minha sombra

à porta da emoção que nasce

todos os nasceres dos dias

que estendida, aos abutres

me sinto.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on December 29, 2012 in Invictas Brotassem

 

Tags:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: