RSS

Desejo

04 Jan

 

 

Pequenos cartazes dizem-te o caminho a seguires.

Grandes letras te seduzem num caminho que não é o teu.

Pequenas linhas pretas, sob um verde claro

Chamam-te aquela atenção perdida naquele virar da esquina.

Ficaste sem saber o que esperar de um sinal,

De um aviso para te encontrares.

Acordaste sem saber que fora um sonho

Tentar encontrar um único caminho para sorrires

Por, com ele não estares, ali, naquele oceano de rosas,

Coberta de minúsculos espinhos que já nada te fazem, também.

 

Então? Estás assim:

Sentada à beira céu, pedindo perdão por te teres apaixonado

Pela prima deste sol que te fulmina a alma,

Desta laminosa chuva que te perfura a cada toque,

Daquela longínqua lua que te encandeia o som do das tuas lágrimas,

Amado este escorrer dos teus sorrisos por teu aberto e ferido coração!

E assim ficaste, até chegar a tão apetecida madrugada

Onde o nada se confunde com tudo aquilo que mais desejas,

Onde o tudo te parece transfigurado numa piscina de emoções intranquilas,

Irrequietas por saberem não mais contar com teu aberto e sincero

Desejo de um meu sorriso!

 

E assim estou, perdida sem também, não mais saber

Se tenho comigo este teu lindo abraço que me afoga as emoções,

Me faz transbordar grandes palmas de contentamento

Por te saber, enfim, meu!

 

(01/01/09)

Não é extamente causa e consequência mas as minhas palavras lembraram-me esta música.

 

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on January 4, 2013 in Metade de Mim

 

Tags:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: