RSS

Embalar… Àqueles que sofrem sem sorrir

21 Jan

 

Vieste a mim como pássaro sem dono!

Recebi-te como se rio fosses e eu mar

Acreditaste na dor como companheira de viagem

Omitiste teu real ser perante teu reflexo…

Oh dor que te assombra o olhar;

Oh mágoa que te adormece o peito!

 Viaja na realidade que te encontra

Voa em direcção ao amanhã desejado

Vive a comoção do verdadeiro pensar

Esquece as malhas que te perfuram a alma

Viaja na realidade que te sorri e chama

Deixa-te embalar pela dança do viver

Move-te em direcção á certeza do teu fado;

Perdoa o módico ser do sentimento;

Embala-te na força da tua existência!

Deixa fluir o alvoroço do sentir e querer,

Vive e deixa-te viver com vida a tua fortuna!

 Não te deixes abalar pelos tortuosos caminhos;

Lembra-te da voz baixa que caminha a teu lado;

Lembra-te do som da alegria, que te traz um sorriso

Lembra-te da tua missão de feliz ser!

Não te deixes esquecer-te do brilho da flor,

Da formosura do voo do pássaro.

Não te percas pelos ares sem destino.

Voa em direcção do desejável.

Dá as mãos há paz que almejas!

(00/05/05)

Porque a voz me embala entre o que foi e o que sei que terá de ser.

Porque esta música me recorda os tormentos do coração e a esperança que esperava ter, num passado,

Porque esta sonoridade ainda me faz sentir algo de novo.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on January 21, 2013 in Perdidos

 

Tags: , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: