RSS

Gostava de olhar para ti

04 Feb

 

Foram tantas as palavras que lançadas ao vento

Fugiram de minha boca, encarcerada por este sentimento,

Que vi, de minhas mãos, fugir a pele

Que um dia te abraçou e a mim queimou.

Gostava tanto e olhar para ti,

Que meus olhos de ti fugiram e morreram de tédio

Por não mais te conseguirem vislumbrar

Perante o abraço que teu adeus

Lançou em meu trémulo corpo, dorido de prazer.

 

Não foi por esta, mas esta tinha de aparecer nas minhas palavras.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on February 4, 2013 in Metade de Mim

 

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: