RSS

Entre

03 Apr

 

 

Entre o pingo da água que deste copo,

(de onde bebo na esperança de a sentir)

Que acabou por no meu poema cair,

Tento ver o que me diz,

A cascata daquele teu olhar,

Que me perfura a alegre lembrança

De te ver sentado ao meu pé,

E faz-me ver a esperança de um:

Calmo rio a passar debaixo de mim;

De uma alegre floresta a crescer em mim;

De um pôr-do-sol, mais lindo que nós!

Artista daquele sentimento,

Que por uma tela escorre com música,

Que por entre uma nota e um som,

Vibra na emoção de te ser entre

Uma triste noite e uma alegre madrugada.

Entre este sentir, entre este vibrar,

Sonho, um dia, encontrar-te aqui

Entre meus sonhos, entre meus braços!

 

(01/01/11)

 

 

 

 

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on April 3, 2013 in Perdidos

 

Tags: ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: