RSS

As palavras que se escondem

04 Jun

tumblr_md83qxjCia1rkh1xro1_1280

 

As palavras que se escondem

ou perdem-se me lembranças,

cortam os laços do corpo, vazio,

estremecido nos brancos lençóis do tempo.

Entre o percorrer do teu corpo,

vejo e revejo os sons que minha boca

almejou alcançar, nos entremeios das nossas posições.

E foram todas esquecidas.

Vividas demasiado.

Cansadas rapidamente.

Sorvidas, incensantemente, em todos os momentos em que as sentimos.

São elas, as não ditas, no decorrer de tanto tempo,

parado, incerto na minha certeza de não querer saber mais,

que elas se refugiam, se escondem nos cortinados,

azarados,

vividos por gastos serem, terem,

paixão, um dia sentido.

Palavras gastas, não escondidas,

escondem-se perante a tua sombra e o meu sol.

No entre uma e outra, baloiçam sem que elas saibam,

afinal,

de que tempo falo eu,

de que pessoa por mim respira,

de que emoção nascem, estas palavras minhas,

de mim escondidas.

 

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on June 4, 2013 in Em cima da Hora

 

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: