RSS

Recantos da vida

24 Jul

Porque há palavras que não falam

há imagens que não sabemos ver

quando o dia nos coloca, sempre.

Por haver sons que nem sempre ouvimos

nem figuras que nos entram, amiúde,

serem aquilo que sabemos que são

ou tão pouco aquilo que alguma vez vimos.

Porque as há, em cada inspirar

das pupilas do meu querer ver,

sentir, cheirar sem medo

não vejo o que os olhos me mostram.

Porque só vejo o que o tempo me dá

pela frente, à minha vista exposta –

Não as verdades sentidas no meu sentir

a emoção de voz divina, sem divinal ser

pela verdade dos sons, vistos com o que quero

gritada pelas almas dos outros, em mim

cansada noção de ser o que é

impelida alegria de comparar os tempos

metáfora das imagens aprendidas

nas sombras do que meu pensamento

romanticamente ironiza nos recantos da vida.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on July 24, 2013 in Em cima da Hora

 

Tags: , , , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: