RSS

Ombreira

15 Sep

A ombreira da porta segura

os instantes da loucura desejada

mesmo quando os olhares são de nenhuns

até mesmo quando olhares não existem.

Os ásperos gestos pelas mãos tocadas

apegam-se aos instantes que voam

entre os beijos trocados, entre as súplicas rezadas

ligadas pelos olhares desejados dos anos consumados.

A ombreira da porta suporta o peso do querer

encostando no seu meio vazio

a racionalidade perdida nas altas horas do dia

anoitecido, amanhecido para mais quereres de nós.

 

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on September 15, 2013 in Em cima da Hora

 

Tags: , , , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: