RSS

Agonia

29 Dec
Google image

Google image

Depois do muito que já li hoje, depois do que hoje ouvi, vaguei. Por todos os lados. Na minha cabeça pouco ou nada sossegou. E, depois, na procura de algo, encontrei, na Wikipédia, que o Ano Novo (Réveillon) vem do Francês réveiller “acordar, deixar de dormir”; do Latim, VELARE, “fazer vigília” (de VIGILARE, “velar, cuidar, não dormir”). Então, lembrei-me:

Acordemos sentados à beira da cama

sentindo o frio dos pés

no chão sem tapete.

Acordemos estendidos no conforto

dos colchoẽs pincantes de folhas de milho.

Acordemos na tranquila agonia

de no amanhã haver mais um estertor.

Acordemos nas tentativas para tudo,

de não nos deixarmos levantar mais uma vez.

Acordemos assim.

Fiquemos vigilantes do que nos tiram

daquilo que para trás deixamos escapar

e nos tristes lamentos de nada termos feito.

Fiquemos suspensos no que alguém nos há-de dar

nos segundos que nascerão, no dia, tornado noite,

virada dia sem pestanejar.

Fiquemos na esperança de algo mudar

e fiquemos assim.

Mudemos o porquê!

Mudaremos o porque não.

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on December 29, 2013 in Em cima da Hora

 

Tags: , , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: