RSS

de viver

21 Mar
by me

by me

 

onde o tanta chega no misto

pegada sussurrada pela manhã gasta

nos beijos que o dia te apega à pele.

 

no agora onde o silêncio quebra

com os espantos do infinito querer mais,

nasce a vontade, borbulha o jogo das escondidas

desnudo de todo o mal

aquecendo-se no tempo que se faz correndo

entre as brisas dos meu tempo.

 

chega-se, indelevelmente, ao horizonte

sempre perto do toque, sempre marcado

queimado nos ferros alegres do calor humano.

 

na promessa do fim absoluto

chega-se, afinal, ao agora de me ver

frente à verdade que não me penetra

à mentira que nem sequer existe.

 

todas as vozes se quebram no toque final

tanto que me desmancho no arrepio da utopia do horizontal

soprando ao mundo carícias da poesia de viver.

 

 

Advertisements
 

Tags: , , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: