RSS

Carneira

30 Mar

 

tal figura igual não se assemelha
à sombra daquilo que imagino o nosso signo ser.
não é a certeza de pertença
é a confirmação de não ser eu, só
pois lá, tu, estás lá.
não pelo sombra que teu corpo produziria
nem tão pouco pelo som da voz
do riso estridente, alegre,
mesmo na tristeza da realidade.
nem pelo conforto do abraço
ou pelo aconchego do toque, de mim, de ti,
necessitado. não!
daquilo que a tua idade te dá
a mim me chega, me confere a alegria
da tua existência.
em mais ou menos anos.
em clamores de alegria.
gestos de carinho da tristeza amiga,
não importa o contar dos momentos do dia
nem o vislumbrar daquilo que ao futuro queremos.
o não será sempre nosso aliado
sabendo que ele a existir, seu oposto será, esse sim,
o sim do verdadeiro sentido do que nos une.
não são as datas nem os instantes de todos a comemorar
ditos ou não lembrados ou não festejados ou tão pouco não mencionados
o que rasgará aquilo que entre nós conhecemos.
aquilo de entre nós vive, no mesmo patamar das horas do dia
daquela altura em que os céus nos mandaram viver no
teimoso lagar dos astros.
entre nós há o viver do sabermo-nos iguais
mesmo que na lonjura do perto estejamos.
entre nós há o celebrar que existimos na mesma lua de vitórias.

 

Advertisements
 

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: