RSS

Tenho saudades

12 Apr

 

tenho saudades do meu respirar

contente por entre as portas da vida.

sinto falta do caminhar da minha pele

devagar pelos contornos do meu olhar.

falta-me o cheiro da alegria

vivida nos víveres dos meus cabelo.

 

tenho saudades de ser o que havia já deixado de ser

de perder em mim o tempo e ser seguida pelo pensar

sem a dorida agonia de saber-se mal de tal

 

sinto falta de me sentar à pedra pedra

olhando o esgar da tarde,

em velhos campos de uvas cultivadas,

quando o tempo que vivi era tudo

menos o tempo em que sabia que não queria viver.

 

falta-me o querer dentro do saber

sinto-o, intempestivamente, em mim

existe a cadência do sonho

a melancolia da realidade

a crueldade do sono não tido

mas sinto-o, sinto-os. a tudo

como se de minha sombra fossem: são.

 

falta-me a rebelião do amar

a candura do desejo

o desgarrado pudor de ser outro

um ameno sentir de viver.

 

está em falta, em mim

um pedaço de tudo

e uma enorme peça de nada.

falta-me tempo para ser quem sou.

 

 

Advertisements
 

Tags: , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: